terça-feira, 12 de outubro de 2010

Coração de Pequenininhos

Dia das crianças, não sei o histórico desse dia mas sei que já faz anos que eu não ganho mais presentes... =/

Mas, entrando na modinha do twitter mudei meu avatar pra quando eu era pequena e aí lendo um tweet de uma coleguinha de Blog lembrei dessa música que vou postar aqui e que me fez lembrar de uma coisa séria em nossa vida, a famosa independência. hã? do Brasil? 

Me refiro a esquecer que somos frágeis e vítimas do acaso.

Quando nos tornamos "independentes" esquecemos de Deus, até pela correria que nos faz ser pau pra toda obra. E a criança é tão indefesa, tão carente às vezes, ama estar com o papai e mamãe, necessita tanto de amor porque para ela o amor é a proteção, a garantia de segurança e quando erra quase morre de tanto chorar, quando cai fica desesperada.

Será que ao nos tornarmos independentes e esquecemos de ser como crianças?
Crianças que buscam a proteção do Pai, que buscam o aval do Pai em suas decisões, porque não conseguem fazer NADA sem o Pai.

Será que temos dito ao Pai que somos capazes de tudo e damos conta?
Aonde está o nosso amor de criança pelo Pai, que anseia sua presença, que chora quando sente sua falta e que necessita de seu "beijinho" no local machucado?

Temos trocado O melhor por independência...

Pense nisso! Talvez a incredulidade e a falta de querer Deus em tudo tem nos feito frios para com Deus e tem nos feito pouco inocentes diante da existência e da magnitude dEle.

Quero ser como criança
Te amar pelo que és
Voltar a inocência
E acreditar em ti
Mas ás vezes sou levado
Pela vontade de crescer
Torno-me independente e deixo de simplesmente crer
Não posso viver longe do teu amor, senhor;
Não posso viver longe do teu afago, senhor;
Não posso viver longe do teu abraço, senhor.
Abraça-me, abraça-me, abraça-me
Com os teus braços de amor...

Beijinhos e que o primeiro amor tome conta de você. :)
"Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres." Apocalipse 2:4 e 5

2 comentários:

Fabio Faith disse...

Wow. Incrivel teu blog.

Ana Be disse...

Oiee, valeu demais ! Espero ver sempre vc aqui =) beijo, Jesus te abençoe...